X-tense - Eqlibrio

Vamos então passar o próxima musica do programa de hoje
Desta vez do artista X-Tense
A musica chama-se EQlibrio
E quem é que não precisa de um pouco de Eqlibrio nas suas vidas?

Yeah esse gajo
E é isso família
Voltamos já em seguida com uma entrevista com o Nuno
E por agora deixamos com uma musica do X-Tense, EQlibrio (yeah)

Se eu começar a fazer perguntas vou pensar demais
Como é que fiz a dúzia com um par de dados?
Quis sentar nas nuvens pra te olhar de lá
Acabei na Lua, mas do lado de Marte, ya
Vindo das alturas que eu sou um gajo baixo
Nunca calcei uns, eu só dei uns saltos altos
Eu só vendi fúria no formato de arte
Se eu vender lamúrias tu não vais escutar
Talvez eu seja complicado
Talvez me queixe mais do que eu digo obrigado
E tenho muito ao que brindar, ou talvez seja qualidade

Ser tão volátil, andar entre o bom e mau
É prova de que eu sou real
Eu tenho feito inimigos de tanto indivíduo, mas sei o que digo
E mano, só tenho o que eu quis e 'tou meio dividido, é estranho
Do pânico, da guita, o meu feito é incrível
Aceitei p'a vítima quem vi na mira, mano eu vi em vermelho
Só não me peças que me arrependa de ver os tropas a rirem
Deixar a cota dormir, que eu tenho crises de empatia
Mas ódio eu não sinto, eu juro que só quis a fatia que já não comem por mim
A grana bazou, minha cama bazou, e claro a minha dama bazou
A minha cama nem soube, do nada, pimba, a fama caçou-me
Bacano é cantor, boy ya, mas tipo a mão no meu bolso apanha borbotos, e calma
Calma, eu lembro-me de andar à procura
De um bule cheio de vergonha bato a porta a algum fã eh

Boy, imagina abrires a porta do teu Uber e encontrares o Kappa Jotta ao volante
Então ri-te na boa, boy soa tão ridículo ao longe
Mas isso foi ontem? Juro que pra mim foi hoje
Vitorioso, eu só quis falar disso depois, é símbolo de força
Só não deu pra pedir socorro, eu andei
Eu andei louco e procurei equilíbrio
Porque esse amor eu sei que é fictício
Sei que essa merda tem de vir de mim me'mo
Quem mo empresta só me eufemiza
Eu andava contar combater nos trinta
P'a me ver crescer um sizo, mano, não me apareceu juízo, não
Feliz por não conhecer impossíveis, mas

Eu tou em busca de equilíbrio
E razões p'a curtir de mim me'mo
Thc e nicotina, bitches, inimigos
Business e dígitos
Eu tou a ver se encontro o equilíbrio
Se dou controlo ao egoísmo
Se bulo menos do que aquilo que rio
E só me sinto vivo sem os limites
Que me afastam do meu equilíbrio


Ei, eu ando atrás daquele amanhã
Ei, é que eu ontem é que 'tava bem
Ei, baby eu 'tou a ver se me equilibro, ei, ei

Quer encontrar a sua paz interior?
Precisas respirar ar puro
Instituto Ricardo Pato
Situado em fados de ?
Onde os passarinhos cantam e faz seus ninhos
Meteorologia para hoje
Hoje fará 35 graus no Porto
25 em Lisboa (Lisboa e Belém)
Porque em Belém está menos um grau e achavas pra ti me'mo

Acho que as relações foram reais, é complicado
As interações são tão iguais, é show e carro
Era um sonho até que funcionasse, virou trabalho
Mas se fosse só guita, flow e bars, quero outra life
Já nem sei bem com quem é que 'tou a lidar, pessoas demais
Pré Corona já desconfiado e a confinar-me
E eu lamento se te sou ingrato, eu sou em parte
Mas o que tu chamas amor tem prazo, não validade
E eu ando em busca de um caminho único
Fazer um motivo fútil parir objetivo útil
A partilhar guita e público, eu a rir-me sozinho a bulir
As vezes eu sinto-me estupido a pensar se o fariam por mim, 'pera
Se calhar no fundo fi-lo por mim
Posso ter merecido os números, mas permaneci na purga
Cada rapper que eu descubro e vai ser parecido ao Nuno
Ou vai ser eu na minha altura, ou vai ser minha miniatura
Eu sei no fundo isso tinha tudo de ser
Segredo para manter um ídolo é não o conhecer
Já não há ninguém que eu valide mais estatuto que eu
'Tou mentalmente a rasgar posters de um adolescente
Sei que no fundo eu ando a pensar bem no que saltei
A ampulheta a meio, o peso da areia
A tentar entender o que é ser só alguém
No circo de Soleil e se eles me aceitam sendo só eu
Meu tropa teve gémeos eu ainda nem vi, mano
A minha prima bebé seguiu-me no Twitter
Eu quero crédito caso eu fique sozinho no fim
É que se isso for verídico sei o quanto fiz por isso
Equilíbrio
A escalada fez-me insensível
Nunca rio e nunca fico triste
Vinte vinte, trinta e cinco

Eu tou em busca de equilíbrio
E razões p'a curtir de mim me'mo
Thc e nicotina, bitches, inimigos
Business e dígitos
Eu tou a ver se encontro o equilíbrio
Se dou controlo ao egoísmo
Se bulo menos do que aquilo que rio
E só me sinto vivo sem os limites
Que me afastam do meu equilíbrio

Ei, eu ando atrás daquele amanhã
Ei, é que eu ontem é que 'tava bem
Ei, baby eu 'tou a ver se me equilibro, ei, ei

E foi mais uma no seu top das manhãs
Na Nuno FM
A radio mais bem disposta pra malta jovem
Desta vez foi X-Tense co EQlibrio
Enquanto isto, conforme prometido
O nosso convidado Nuno está aqui no estudio
Para falar um pouco do seu novo projeto
Passo a palavra aos nossos (?)

Lyrics licensed by LyricFind