X-tense - Bolero
Overige artiesten: Los cavakitos

Eu escrevi uma rumba sobre o sítio de onde eu venho
Onde tu vês tanta chunga que já dei com um no meu espelho
Cá não vês chicos passear de mini, com aquele salário mínimo
Mami, dentes sou dos poucos que ainda os tenho
Las mamacitas do meu tempo parecem piñatas
Com filhos para o meu comprimento de bigode e barba
Meus chicos uns casaram, foram dentro ou 'tão na jarda
Alguns antes de ouvir falar em Teorema de Pitágoras
Escrevi uma salsa, sobre umas muchachas
Que eu passei do Insta ao colchão
Escrevi uma valsa, sobre o quanto eu acho
Que eu não sei ter a idade que eu tenho (mami)
Eu finjo que não sei
Que eu não vi toda a merda que vi e que eu não sinto este vazio imenso
Que não vai a morir por dentro e que eu já segui em frente, não

'Tão escrevi um bolero (bolero por ti)
Escrevi um bolero (porque voy a sufrir)
Mi corazón y mi pasta, mi camiseta y mi casa
Fiquei sin nada
Só um bolero por ti

Dancei um cha-cha-cha para não pensar tanto em dinero
Mas estava-me a aleijar dançar com o meu pé num chinelo
Muchacho eu nasci com uns sonhos grandes e eu nunca fiz outros planos
Estômago diz que os meus sonhos não são pitéu
Pablo, Pablo és um irresponsável
Eu sei mami, eu sei que isto não me paga
Mas eu juro que esta coca e esta viola
Vão dar notas até já só pensares em guito pra elásticos
(Disse eu há dois anos)
Escrevi uma lambada, só a falar sobre o álcool
E as figuras que eu já fiz a dar xaxo nessas barmaids
Eu vivo entre o VIP e o barrado à entrada
E se ainda tenho os dentes mami, dá graças ao Hype Myke (eh)
Meu karma tem sido o que eu fiz dele
Se estas quedas são lições este ano eu viro um semi-deus
Fiz um reggaeton a ver se a guita vira easy
Mas queimei o meu nome em toda a label que eu já pisei
Pela minha coca eles não pagam pouco
Eles à minha droga não estragam o gosto
Pablito eu já te noto a ficar famoso
Yo, cala a boca essa fama não me paga as contas
Tentei flamengo eu tinha os dedos tortos
Tango eu 'tou no tempo, só que contigo eu ganhei medo de rosas


Meu maior erro foi tanto merengue para ti

'Tão escrevi um bolero (bolero por ti)
Escrevi um bolero (porque voy a sufrir)
Mi corazón y mi pasta, mi camiseta y mi casa
Fiquei sin nada
Só um bolero por ti

Escrevi um bolero (bolero por ti)
Escrevi um bolero (porque voy a sufrir)
Mi corazón y mi pasta, mi camiseta y mi casa
Fiquei sin nada
Só um bolero por ti

Hey, hey, hey, hey, hey, hey
Mi nombre es Pablo
Ai
Rood
Más Cavakitos
Mothafocka

Lyrics licensed by LyricFind